Saiba o que fazer quando o dólar aumenta na véspera da viagem

Algumas soluções para amenizar os gastos

Passagens compradas, hotel reservado e nas vésperas de realizar o sonho de viajar para os Estados Unidos, um susto para o bolso: o dólar bate recorde e fecha em alta. Neste caso surge a dúvida: devo ir assim mesmo? Pedir reembolso e aguardar um momento mais propício? De antemão podemos afirmar que cancelar a viagem pode custar muito mais caro.

O melhor a se fazer nestas situações é não agir por impulso, todo aumento cria um cenário de instabilidade, isso porque os consumidores ficam com medo e recuam. Contudo, passado um tempo, a tendência é que haja uma estabilidade, mesmo que permaneça no valor mais alto.

Se o valor do dólar vai muito além do que você havia planejado para gastar, talvez seja o caso de você dar uma enxugada no roteiro. Escolha programas que estejam de acordo com o seu orçamento e corte aqueles que não são tão fundamentais, como um restaurante famoso, mas muito cheio ou aquele ponto turístico que você já viu que tem péssimas avaliações. 

No quesito alimentação, existem restaurantes com o famoso lema “bom e barato”. Conte com a ajuda de sites de avaliação e escolha opções bem avaliadas. Ao final, você vai ver como o gasto com refeição faz a diferença no seu bolso. 

Além de não agir sem pensar, é necessário ser estratégico. Uma das dicas é antecipar o que você gastaria de fazer no destino como passeios, shows, parques e tours. Você pode comprar tudo pela Internet, por exemplo, pagar em real e ainda dividir no cartão de crédito. 

Fazer essa antecipação diminui o risco de os passeios estarem ainda mais caros no dia que você chegar no país. Em contrapartida, eles podem também estar mais em conta, é impossível saber como vai ser. Neste caso, a antecipação tem o papel de diminuir a ansiedade e te deixar viajar despreocupado.

É bom evitar o uso de cartão de crédito durante a viagem, dê preferência para pagamentos em dinheiro ou em cartão pré-pago. Quando você compra no crédito no exterior, tem que pagar Imposto sobre Operações Financeiras (IOF), que atualmente é 6,38%. Quando você paga tudo à vista, não tem uma grande dívida quando voltar para casa.

Tenha cuidado também na hora de comprar dólares. Não é rentável comprar tudo no mesmo dia pensando que está aproveitando uma oportunidade. O ideal é comprar aos poucos, por exemplo, se você vai viajar daqui a um mês, compre uma parcela por semana, assim você adquire o dólar a um preço médio. 

Não é rentável também deixar para última hora, tenha moedas para utilizar durante a viagem, afinal, em cima da hora você pode ter algum imprevisto e acabar ficando sem dinheiro em um país que não é o seu. 

Por fim, conte com a ajuda da tecnologia. Existem aplicativos que enviam alertas por e-mail quando o dólar tem queda e ainda mostram as cotações em tempo real. Com um bom planejamento é possível embarcar na viagem dos sonhos sem preocupações.

Tags: consumo finanças

Veja mais